Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

Após adiamentos, Adriano finalmente chega à Itália

Jogador estava no Brasil desde o início do mês e deveria ter se apresentado à Roma no domingo

AE-AP, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 12h20

Depois de adiar o seu embarque para a Itália por três vezes, o atacante Adriano, da Roma, finalmente desembarcou no país, nesta quinta-feira, após partir do Rio de Janeiro na noite de quarta em voo que saiu do Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Liberado pelo clube italiano, o jogador voltou ao Brasil no início deste mês para dar continuidade, no País, ao tratamento da fratura no ombro que sofreu no clássico contra a Lazio, no dia 19 de janeiro, pelo Campeonato Italiano.

Adriano deveria ter retornado para a Itália no último domingo, mas cancelou a viagem por três dias seguidos, depois de, por duas vezes, ter ido ao Aeroporto Tom Jobim, no Rio, e desistido de embarcar na última hora. A atitude do jogador teria provocado um mal-estar na Roma, já cansada dos seguidos problemas que acompanham o atleta fora de campo - durante sua última estada no Rio, ele foi visto tomando cerveja em um restaurante e horas depois teve a carteira de motorista apreendida após se recusar a passar pelo teste do bafômetro ao ser parado em uma blitz da Lei Seca.

Segundo o jornal Corriere della Sera, o dirigente da Roma Gianpaolo Montali teria ameaçado rescindir o contrato de Adriano se ele não regressasse para a Itália até esta quinta-feira.

Depois de uma passagem vitoriosa pelo Flamengo, mas também recheada de polêmicas fora dos gramados, Adriano retornou ao futebol italiano em junho de 2010, quando a Roma apostava que ele pudesse reeditar, com a camisa do clube, as suas melhores atuações dos tempos de Inter de Milão.

Porém, por razões técnicas e lesões, Adriano jogou muito pouco com a camisa da Roma desde sua volta à Itália e ainda não marcou nenhum gol pelo time. Ele tem contrato com o clube até 30 de junho de 2013, mas o próprio jogador admite sua vontade de retornar ao Flamengo antes deste prazo.

Na Roma, além de estar na mira dos dirigentes, Adriano encontrará um novo cenário dentro de campo. Durante o período em que esteve no Rio, o técnico Claudio Ranieri foi demitido e deu lugar a Montella, que estreou na última quarta-feira com uma vitória por 1 a 0 sobre Bologna, em jogo adiado do Campeonato Italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRomaAdriano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.