Gilvan de Souza/Divulgação
Gilvan de Souza/Divulgação

Após afastamentos, Oswaldo testa mudanças no Flamengo

Técnico tem de mexer no time após perder cinco jogadores

Estadão Conteúdo

29 de outubro de 2015 | 13h41

Um dia depois do afastamento de cinco jogadores do Flamengo, o técnico Oswaldo de Oliveira precisou fazer mudanças na equipe no treino desta quinta-feira, no CT George Helal. Três dos cinco atletas - Pará, Alan Patrick e Everton - vinham sendo titulares do time no Brasileirão.

Na defesa, o Oswaldo testou Ayrton lugar do lateral-direito Pará. No meio-campo, a mudança foi mais brusca. Ele colocou os volantes Jajá e Luiz Antonio para reforçar o setor, sendo que ambos foram testados em formação mais ofensiva. No ataque, Gabriel substituiu Everton - os outros afastados são os reservas Marcelo Cirino e Paulinho.

Desta forma, Oswaldo escalou o time carioca, em preparação para o jogo contra o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, com Paulo Victor; Ayrton, Wallace, César Martins e Jorge; Márcio Araújo, Canteros, Luiz Antônio e Jajá; Gabriel e Guerrero.

Os cinco jogadores foram punidos porque estiveram em uma animada festa na noite da última terça. Os detalhes são incertos, mas o fato é que o envolvimento destes jogadores no evento em pleno dia de semana e, em meio a um momento bastante complicado do Flamengo, revoltou os diretores do clube. O time venceu apenas uma das últimas sete partidas e vem de três derrotas seguidas no Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.