Moysés Ferman/Divulgação
Moysés Ferman/Divulgação

Após ano difícil no Fluminense, Gum quer só alegrias em 2015

Zagueiro do clube carioca sofreu fratura na fíbula da perna esquerda no dia 9 de agosto e voltou em tempo recorde após uma cirurgia

Estadão Conteúdo

15 de dezembro de 2014 | 19h48

O zagueiro Gum teve um ano difícil, de superação, e agora quer recomeçar no Fluminense, de olho em uma temporada de êxitos em 2015. Em 9 de agosto, em um jogo contra o Coritiba, pelo Campeonato Brasileiro, ele sofreu fratura na fíbula da perna esquerda e teve de se submeter à cirurgia. Contrariou as previsões e atuou na última rodada da competição, em 7 de dezembro, no duelo contra o Cruzeiro.

Para ele, a sua volta antes do prazo inicial sinalizado pelos médicos foi uma prova de dedicação ao Fluminense. "Estou muito feliz por poder voltar a jogar com a camisa do Fluminense. Achei que não iria mais atuar neste ano, voltei e participei daquela linda festa. Só eu sei como foi difícil encarar essa lesão, mas lutei muito, superei e graças a Deus consegui voltar a jogar", declarou o zagueiro, em entrevista ao site oficial do clube.

Gum foi campeão brasileiro em 2010 e 2012 pelo Fluminense e fez parte da zaga menos vazada nas duas competições. Ele joga no clube tricolor desde agosto de 2009. "Quero agradecer aos fisioterapeutas e aos médicos do Fluminense que me incentivaram muito. E também o carinho de todos do clube". Ao todo, jogou 256 vezes com a camisa do time e marcou 20 gols.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.