Mindaugas Kulbis| AP
Mindaugas Kulbis| AP

Após anunciar saída da seleção italiana, Conte é confirmado no Chelsea

Treinador assumirá equipe inglesa após a Eurocopa, da França

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2016 | 09h44

O Chelsea confirmou nesta segunda-feira a contratação do técnico italiano Antonio Conte para a próxima temporada europeia. O treinador acertou vínculo de três anos com o clube inglês para substituir o holandês Guus Hiddink. Ele assumirá a nova equipe somente no fim de julho, após liderar a seleção da Itália na disputa da Eurocopa, na França.

Conte já havia anunciado sua saída do time italiano no meio de março. Insatisfeito com a falta de rotina diária na seleção, o treinador fizera o pedido para deixar a equipe ao fim da competição europeia. No Chelsea, o italiano vai ocupar a função de Hiddink, que assumiu o time no fim do ano de forma provisória, no lugar do demitido José Mourinho.

O nome de Conte era especulado no Chelsea desde o início deste ano. Os rumores aumentaram nas últimas semanas na esteira do anúncio de sua saída da seleção italiana. "Estou feliz de anunciar isso agora porque aí tudo fica claro e podemos acabar com as especulações", declarou o técnico. "Vou manter meu foco na seleção italiana e não vou mais falar sobre o Chelsea até o fim da Eurocopa."

Feliz pelo retorno ao trabalho diário de um clube, Conte se mostrou empolgado diante do desafio de reerguer o abalado Chelsea, que ocupa somente a 10ª colocação do Campeonato Inglês numa tentativa frustrada de defender o título conquistado na temporada passada.

"Estou muito empolgado por trabalhar no Chelsea. Estou ansioso para conhecer todo mundo, retomar o trabalho do dia a dia no Campeonato Inglês. O Chelsea e o campeonato são assistidos em qualquer lugar que eu vou. Os fãs são apaixonados e minha ambição é ter ainda mais sucesso do que eu tive na Itália", declarou Conte.

O treinador de 46 anos vai desembarcar no Chelsea credenciado pela grande passagem pelo comando da Juventus. Sob sua liderança, o time de Turim voltou a ser protagonista na Itália. Depois de temporadas irregulares, a Juventus se sagrou tricampeã entre 2011 e 2014, o que não acontecia no clube desde a década de 30. Foi campeão da Supercopa da Itália duas vezes e vice da Copa da Itália em 2011/212.

"Estamos muito satisfeitos em recrutar um dos maiores treinadores do futebol mundial e também estamos felizes de fazer isto antes do fim da atual temporada. Isso vai facilitar o nosso planejamento", afirmou Marina Granovskaia, uma das principais dirigentes do Chelsea.

O presidente do clube, Bruce Buck, também exaltou o acerto. "Antonio Conte tem uma história de sucesso em sua carreira como treinador e jogador. Estamos ansiosos para recebê-lo no Stamford Bridge e estamos confiantes de que ele vai encontrar tudo que precisar para manter seu alto padrão de conquistas", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.