Ronaldo Schemidt/AFP
Ronaldo Schemidt/AFP

Após apagão na Venezuela, jogo do grupo do Cruzeiro é adiado para esta sexta

Problema em 80% do território do país vizinho impediu o confronto entre Deportivo Lara e Emelec

Redação, Estadão Conteúdo

08 de março de 2019 | 09h26

O apagão elétrico que atingiu cerca de 80% do território da Venezuela na noite desta quinta-feira teve efeitos na Copa Libertadores. A partida entre Deportivo Lara e Emelec, do Equador, pelo Grupo B (o mesmo do Cruzeiro), deveria acontecer no estádio Metropolitano, em Cabudare, mas a cidade foi uma das afetadas pela falta de energia elétrica no país. Assim, a Conmebol remarcou o duelo para esta sexta, a partir das 16 horas (de Brasília).

A partida desta sexta-feira não terá torcedores no estádio, mas não é por questão de segurança. O Deportivo Lara terá de jogar as três partidas como mandante na fase de grupos com os portões fechados, após a Conmebol punir o clube venezuelano em razão de uma garrafa de vidro arremessada por um torcedor no goleiro Luis Curiel durante o jogo contra o Corinthians, pela fase de grupos da Libertadores do ano passado. Na ocasião, o time paulista goleou por 7 a 2.

O Deportivo Lara é o próximo adversário do Cruzeiro na Libertadores. As equipes jogarão na próxima quarta-feira, às 19h15, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela segunda rodada do Grupo B. A partida entre os dois times na Venezuela está marcada para o dia 23 de abril, uma quinta, às 21h30 (de Brasília).

Com o adiamento de Deportivo Lara x Emelec, o Cruzeiro lidera o grupo na Libertadores por ter vencido o Huracán por 1 a 0, na quinta-feira, no estádio El Palacio, em Buenos Aires, na Argentina. O gol foi marcado por Rodriguinho, aos 29 minutos do primeiro tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.