Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Após arrecadar R$ 40 milhões em 2015, Avanti passa por mudanças

Programa de sócio-torcedor do Palmeiras ganha novo plano

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2016 | 10h35

O Palmeiras anunciou nesta quinta-feira a criação de um novo plano para sócio-torcedor Avanti. A ideia é fazer com que o torcedor tenha mais opções para se filiar ao clube e tentar aumentar as cifras obtidas no ano passado, quando o clube conseguiu arrecadar R$ 40 milhões, algo equivalente a dois patrocínios másters.

A partir de agora, o palmeirense tem a opção do plano Prata Superior, que custará R$ 59,99 por mês e é um intermediário entre o plano Prata (R$ 29,99) e Ouro (R$ 109,99).

O torcedor que assinar o novo plano terá a possibilidade de colocar três dependentes e quando o Palmeiras jogar em casa, terá 75% nas cadeiras superiores, 50% no setor Gol Norte e Sul e 25% no Central Leste, além dos benefícios já sabidos para quem é Avanti.

Atualmente, o Palmeiras conta com quase 127 mil sócios, ficando atrás na classificação geral apenas do Corinthians, que soma quase 134 mil.

“O Avanti é um sucesso do Palmeiras e pensamos no que poderíamos fazer para melhorar ainda mais uma da maiores fontes de receita do clube. Não mudamos os planos já existentes e criamos um novo plano, que é mais interessante. Acreditamos que isso possa servir para muitos palmeirenses”, disse o presidente Paulo Nobre, em entrevista à TV Palmeiras.

Mais conteúdo sobre:
PalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.