Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Andrew Yates/Reuters
Andrew Yates/Reuters

Após atuar em todos os minutos do Inglês, Lukaku é reverenciado por José Mourinho

Atacante belga atuou em todos os 90 minutos das 20 partidas do Manchester United

Estadão Conteúdo

29 de dezembro de 2017 | 16h42

O belga Romelu Lukaku foi reverenciado nesta sexta-feira pelo técnico português José Mourinho. O atacante, afinal, atuou em todos os 90 minutos das 20 partidas do Manchester United no Campeonato Inglês. E, novamente apontado como titular para o duelo contra o Southampton, neste sábado, em casa, o jogador recebeu uma série de elogios de Mourinho, um treinador conhecido por ter opiniões duras e ser de poucos afagos.

+ Confira a classificação do Campeonato Inglês

"Não posso dar um descanso agora", revelou o treinador, antes de complementar. "Eu creio que para um atacante, para qualquer jogador, é algo absolutamente incrível atuar 90 minutos em 20 jogos no Campeonato Inglês".

O feito, contudo, segundo José Mourinho, é ainda maior pela função que Romelu Lukaku exerce em campo. "Se você é um zagueiro central, um jogador de contenção no meio, se você atuar em um certo tipo de posição onde pode controlar sua energia e seu posicionamento um pouco mais, você pode resistir e sobreviver. Mas para um atacante no Campeonato Inglês, jogar 20 jogos e 90 minutos... Só posso ser muito grato pela sua personalidade".

Questionado se o sueco Zlatan Ibrahimovic e Romelu Lukaku podem atuar frequentemente juntos, José Mourinho ponderou que depende da condição física da dupla. "Pode acontecer, mas, para acontecer, eles precisam estar em seu melhor momento - e agora não estão. Um pela situação no time que não permite que tenha descanso e Zlatan porque é um homem que vem de uma grave lesão (no joelho)".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.