Alex Silva / Estadão
Alex Silva / Estadão

Após bater o Corinthians, Ponte Preta tenta conter euforia

Técnico Eduardo Baptista afirma que time tem de evoluir para ser 'forte e equilibrado'

Estadão Conteúdo

18 Janeiro 2018 | 19h42

Um misto de euforia e cautela. É esse o clima que foi sentido nos corredores do estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), nesta quinta-feira, um dia após a boa estreia no Campeonato Paulista com a vitória sobre o Corinthians por 1 a 0, em São Paulo. Enquanto os jogadores ainda vivem os louros da conquista, o técnico Eduardo Baptista reconhece o esforço de todos, mas avisa: "Ainda temos que evoluir muito para ter um time forte e qualificado".

+ Com um jogador a mais e pênalti perdido, Corinthians perde para a Ponte Preta

Para o treinador, "os meninos passaram na primeira prova". Ele reconhece, inclusive, que foi um teste de fogo porque logo na estreia pegaram o campeão paulista e brasileiro de 2017. "Apostamos nos meninos, mas eles precisam manter a cabeça no lugar. É necessário aprimorar muita coisa porque são jovens ainda, vão oscilar e precisam ser lapidados", completou.

O atacante Felipe Saraiva, de 19 anos, que marcou o gol da vitória, foi assediado pela imprensa e disse que nem dormiu. "Foi uma emoção muito grande. E nem acreditei que acertei aquele chute no Cássio, que é grandão. Mas tenho treinado bastante bater com a perna esquerda porque o meu forte sempre foi o pé direito".

O goleiro Ivan, de 20 anos, herói da vitória por praticar grandes defesas e defender um pênalti cobrado pelo meia Jadson, agradeceu o apoio do técnico e dos companheiros. "Todos me deram maior moral. Quando começou o jogo deu aquele friozinho na barriga, mas depois fui me acalmando e deu tudo certo".

A meninada da Ponte Preta agora se prepara para um novo desafio: o Linense, neste sábado, em Campinas, pela segunda rodada. A comissão técnica sabe que vai ser um outro tipo de jogo, onde o adversário irá se defender, o que vai exigir mais criatividade e iniciativa ofensiva.

A única baixa, em princípio, é o atacante Fellipe Cardoso, que cumpre suspensão por ter sido expulso. O volante Marciel, emprestado pelo Corinthians, pode ser a principal novidade no meio de campo. A vitória inicial deixou o time campineiro na ponta do Grupo B, com três pontos.

Mais conteúdo sobre:
Ponte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.