Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Após bater o líder, Corinthians sonha com algo maior no Brasileirão

Time é o atual terceiro colocado, apenas um ponto atrás do Cruzeiro, primeiro colocado

Vítor Marques, O Estado de S. Paulo

29 de maio de 2014 | 07h40

SÃO PAULO - Duas vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. E uma delas diante do líder do Cruzeiro. Em um curto espaço de tempo, o ambiente no Corinthians mudou. "A semana frustrante passou e deu lugar a uma ideia promissora de equipe. Podemos pensar em algo maior, que antes era só um sonho", afirmou o técnico Mano Menezes, após bater o Cruzeiro por 1 a 0, no estádio do Canindé, na noite desta quarta-feira.

O Corinthians conquistou três pontos importantíssimos. Foi a 15 e chegou ao terceiro lugar. Dependendo da combinação de resultados da última rodada antes da parada da Copa do Mundo, o time de Mano Menezes pode passar o recesso do Brasileirão na liderança da competição.

"O resultado (contra o Cruzeiro) é importante na análise do trabalho, tudo pode estar certo, mas se o resultado não vem não é suficiente, a gente sabe como pensa o torcedor", afirmou o treinador em entrevista coletiva após a vitória desta quarta.

Mano Menezes afirmou que o Corinthians foi uma equilibrada e que soube enfrentar o Cruzeiro de igual para igual. "Uma equipe precisa ter de tudo, não pode viver só de jogo ofensivo e não ter sustentação. O Corinthians está se encontrando".

O técnico elogiou a atuação de Petros, um dos principais jogadores do time na vitória desta quarta. Mano Menezes comparou o volante a Jorge Henrique, sempre encarregado de marcar o principal jogador do rival.

O Corinthians volta a campo neste domingo contra o Botafogo, no Itaquerão, no último teste do estádio antes da abertura da Copa do Mundo. Desta vez a equipe não treinará no novo estádio. Na inauguração da nova casa, perdeu para o Figueirense por 1 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.