José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Após bela atuação, Ceni quer São Paulo pronto contra o Corinthians

Goleiro fez grandes defesas no 0 a 0 diante do Santos e agora confia na equipe preparada para enfrentar o rival na Libertadores

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

12 de fevereiro de 2015 | 08h33

Depois do empate por 0 a 0 diante do Santos na quarta-feira, o São Paulo volta a campo diante do Bragantino no sábado. No clube, no entanto, ninguém esconde que é impossível não pensar na estreia da Libertadores, quarta que vem, diante do arquirrival Corinthians. O goleiro Rogério Ceni, por exemplo, disse que Muricy Ramalho pode poupar jogadores no fim de semana ou escalar os titulares, desde que o time esteja pronto para o grande clássico.

"Eu não sei que formação vai ser usada no sábado, não sei se o Muricy vai deixar o time trabalhando uma semana para quarta, ou se vai repetir para trabalhar o entrosamento, mas espero que a gente esteja pronto. É o jogo que vocês tanto esperam, né? Sempre tem uma cabeça para degolar em São Paulo x Corinthians", declarou.

Ceni foi o grande destaque do empate de quarta-feira. Além de uma atuação segura, com 12 defesas, sendo seis delas muito importantes, o veterano de 42 anos brilhou aos 33 minutos do segundo tempo, quando fez duas intervenções seguidas, em finalizações de Marquinhos Gabriel e Renato, que ficaram lembradas como um dos grandes momentos de sua carreira.

Mesmo longe das melhores condições físicas, o goleiro segue entrando em campo. Ao explicar o motivo, Ceni deixa claro que, para ele, ainda vale a pena defender o São Paulo. "Enquanto você tem prazer e suporta a dor, dá um jeito de entrar em campo. Quando a dor passa o prazer, precisa repensar."

Sua grande atuação diante do Santos foi reconhecida até pelos adversários. "O Rogério pegou muito, a gente também teve um pouco de ansiedade na hora de finalizar", reconheceu o goleiro santista Vanderlei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.