José Patrício/AE
José Patrício/AE

Após boa estreia no Brasileiro, São Paulo treina com Rivaldo e trio ofensivo

Mesmo com boa atuação contra o Fluminense, Carpegiani mexe na formação tática do time

AE, Agência Estado

24 de maio de 2011 | 19h24

SÃO PAULO - A boa atuação do São Paulo contra o Fluminense na estreia do Brasileirão parece não ter satisfeito o técnico Paulo César Carpegiani. Nesta terça-feira, no primeiro treino tático da semana, o treinador já mexeu completamente na formação tática da equipe.

Se teve quatro volantes e apenas dois jogadores de frente contra o Fluminense, contra o Figueirense, no sábado, em casa, o São Paulo pode entrar em campo com formação inversa: dois volantes e quatro atletas ofensivos. Nesta terça-feira, Rivaldo e Fernandinho treinaram na equipe titular.

Para a entrada dos dois, deixaram o time o zagueiro Luiz Eduardo, que se machucou no jogo contra o Flu, e o volante Carlinhos Paraíba, um dos mais regulares da equipe. Wellington foi improvisado na zaga. O meio-campo, assim, teve Rodrigo Souto, Casemiro e Rivaldo. Lucas, pela direita, e Fernandinho, na esquerda, jogaram abertos, com Dagoberto centralizado.

Carpegiani ainda deve mexer na equipe até o jogo de sábado. Rhodolfo, que treinou em separado na tarde desta terça-feira, pode voltar à equipe. Alex Silva, Miranda e Rogério Ceni seguem no Reffis. Só o goleiro tem chances de pegar o Figueirense.

NOVIDADE - Com a lesão de Rogério Ceni, o jovem Leonardo, de apenas 18 anos, foi momentaneamente promovido das categorias de base. O goleiro titular da equipe que disputou a Copa São Paulo neste ano será observado pela comissão técnica e poderá passar a integrar de vez o elenco profissional.

"É um garoto jovem, que fez uma boa Copa São Paulo este ano. Já estávamos observando ele. Vai ficar aqui treinando com a gente", explicou Milton Cruz, coordenador-técnico do São Paulo. Com a chegada de Leonardo, o outro goleiro Leonardo, dois anos mais velho, deverá passar a ser chamado de Léo. O elenco tem ainda Dênis e Bosco, que se recupera de uma cirurgia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.