Domenech Castello/Reuters
Domenech Castello/Reuters

Após bomba paralisar jogo do Espanhol, Villarreal é apenas multado

Confronto terminou com vitória por 2 a 0 para a equipe de Vigo

Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 10h45

MADRI - O comitê disciplinar do Campeonato Espanhol apenas multou o Villarreal, em 4 mil euros, como punição pelo episódio ocorrido no último sábado, quando o jogo do time diante do Celta, no Estádio El Madrigal, ficou paralisado por quase meia hora por causa de uma bomba de gás lacrimogêneo lançada ao campo aos 42 minutos do segundo tempo.

O confronto terminou com vitória por 2 a 0 para a equipe de Vigo, que marcou o segundo gol do jogo depois que o mesmo foi reiniciado após o local ter sido evacuado. O público de 13.322 torcedores precisou deixar as arquibancadas por causa da fumaça tóxica que motivou também os jogadores e o trio de arbitragem a pedirem água para aliviar a ardência nos olhos.

Os replays exibidos pela TV não conseguiram deixar claro a pessoa que atirou a bomba e o Villarreal ainda está tentando identificar o torcedor que lançou o artefato no gramado. Por causa do ocorrido, o clube promete prestar uma homenagem, em seu próximo jogo em casa, no dia 2 de março, ao torcedores que precisaram deixar o estádio na partida diante do Celta.

Punido apenas com uma multa, que pode ser considerada uma pena leve, pois o time escapou de perder mandos de campo ou de ter de atuar com portões fechados em casa, o Villarreal ocupa a quinto lugar do Campeonato Espanhol, com 40 pontos. A equipe só voltará a atuar pela competição na próxima segunda-feira, contra o Espanyol, em Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.