Após bons resultados, Eduardo Baptista espera maior evolução da Ponte Preta

Equipe está na 7ª colocação do Brasileirão com 34 pontos

Estadão Conteúdo

29 Agosto 2016 | 19h35

Se contra números não há argumentos, então a Ponte Preta tem todas as condições de ainda evoluir muito nesta temporada, tanto no Campeonato Brasileiro como na Copa do Brasil. Esta é a aposta do técnico Eduardo Baptista, que qualifica seu time como "amadurecido" e pronto para enfrentar qualquer adversário "em condições iguais".

As suas palavras são baseadas na campanha do time no Brasileirão. Depois de ficar quatro rodadas na oitava posição, agora está há duas na sétima, com 34 pontos. Está distante apenas três pontos do G4 - a zona de classificação à Copa Libertadores. O Corinthians, atual quarto colocado, foi a última vítima desta evolução do clube campineiro. No último sábado, perdeu por 2 a 0 para a Ponte Preta, em Campinas (SP), no estádio Moisés Lucarelli.

Nas quartas de finais da Copa do Brasil, o time de Eduardo Baptista conquistou um empate no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, com o Atlético Mineiro e vai decidir a vaga em casa no dia 21 de setembro. Há, portanto, chances de avançar na competição.

Mas a ordem agora é descansar para recuperar a energia gasta no mês de agosto, com jogos pelas duas competições. Depois da vitória do último sábado, o elenco ganhou folga até esta quarta-feira. Isso porque a Ponte Preta só volta a campo no dia 7 de setembro, fora de casa, diante do Flamengo, atual vice-líder do Brasileirão. O jogo será disputado em Cariacica (ES).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.