Após briga por setor no Maracanã, Vasco vai mandar clássico no Engenhão

Se no primeiro turno do Brasileirão a diretoria do Vasco criou polêmica porque não aceitou que sua torcida fosse colocada no Setor Norte do Maracanã no clássico contra o Fluminense, no returno da competição não haverá a mesma discussão. A diretoria cruzmaltina pediu e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alterou o palco do confronto, válido pela 33.ª rodada, para o Engenhão.

Estadão Conteúdo

21 de outubro de 2015 | 17h20

Desde que o Maracanã foi aberto, ficou definido que, nos clássicos, o Flamengo ficaria sempre no Norte e o Vasco sempre no Sul. O Fluminense e o Botafogo, no setor que sobrasse. Mas, quando o estádio foi reformado e entregue à Concessionária Maracanã, o Flu assinou contrato para que, sempre que fosse mandante, ter sua torcida no Setor Sul.

O Vasco não aceitou esse contrato e bateu o pé para ter sua torcida no local. Como não foi atendido no jogo do primeiro turno do Brasileirão, quando o mando era tricolor, o presidente Eurico Miranda pediu que a torcida cruzmaltina boicotasse o clássico. Quem foi ao estádio viu o Vasco vencer por 2 a 1 e impedir que o Flu assumisse a liderança.

Agora, entretanto, o clássico do segundo turno será no Engenhão, no próximo dia 1.º de novembro, domingo, às 18h00. A diretoria do Vasco não anunciou os motivos pelos quais solicitou a mudança.

SÉRIE B - Pela segunda divisão, foi alterado o horário do jogo entre Botafogo e Criciúma, pela 34.ª rodada, no Heriberto Hulse, das 16h30 para as 17h30, a pedido da RedeTV!, que transmite a competição. A partida pode marcar o retorno do time carioca à elite do Brasileirão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolVascoFluminenseBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.