Jerry Lampen/AFP
Jerry Lampen/AFP

Após cateterismo, Koeman, técnico da Holanda, deve ter alta nesta segunda-feira

Ex-zagueiro foi submetido ao procedimento depois de sofrer uma dor no peito no domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de maio de 2020 | 16h46

O ex-zagueiro e atual técnico da seleção holandesaRonald Koeman foi submetido a um procedimento cardíaco (cateterismo) em Amsterdã, depois de sofrer uma dor no peito e deve voltar para casa nesta segunda-feira. O ex-jogador, de 57 anos, teve passagens pela Premier League na direção do Everton e Southampton.

"Ronald Koeman foi hospitalizado no domingo à noite após uma queixa no peito. O técnico da seleção holandesa foi submetido a um cateterismo cardíaco bem-sucedido e voltará para casa amanhã (segunda-feira). Desejamos a Ronald muita força e melhoria", informou um comunicado da federação holandesa de futebol.

O Everton usou as redes sociais para demonstrar sua solidariedade com o ex-treinador: "Todos no clube desejam ao ex-chefe Ronald Koeman uma rápida recuperação". O meio-campista do Liverpool e da Holanda, Georginio Wijnaldum, também escreveu: "Desejo a você uma recuperação em breve".

Koeman é o técnico da Holanda há duas temporadas e ajudou a seleção a se classificar para a Euro 2020, que foi adiada para o próximo ano devido à pandemia de coronavírus. O ex-zagueiro também venceu a Liga dos Campeões com o PSV Eindhoven e o Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.