Após centésimo jogo, Meola mantém sonho de ir à Copa

O veterano goleiro Tony Meola, de 37 anos, foi a principal atração da seleção dos Estados Unidos no empate por 1 a 1 com a Jamaica, na noite desta terça-feira, em Cary, na Carolina do Norte.Ele fez sua centésima partida pela seleção norte-americana e, depois de ser titular nas Copas de 1990 e 1994 e reserva em 2002, diz que não acharia "nada mau" ter de passar o verão na Alemanha durante a Copa de 2006."Se a convocação fosse hoje, acho que não teria lugar, mas a convocação não é hoje", disse Meola, que joga hoje no New York Red Bulls, um dos times da Lajor League Soccer (MLS), a principal liga norte-americana.O jogo contra a Jamaica foi o último amistoso antes de o técnico Bruce Arena convocar 35 jogadores para uma espécie de "pré-temporada", de onde vai tirar o elenco para a Copa. A lista definitiva, a pedido da Fifa, será divulgada no dia 15 de maio.Antes de viajar para a Europa, a seleção norte-americana joga, no fim de maio, contra Marrocos, Venezuela e Letônia. A estréia na Copa, pelo Grupo E, será no dia 12 de junho, contra a República Checa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.