Sina.com
Sina.com

Após cirurgia, Henrique Dourado levará até três meses para voltar a jogar

Atacante marcou, mas se contundiu em estreia pelo Henan Jianye, da China

Redação, Estadão Conteúdo

04 de março de 2019 | 17h46

O atacante Henrique Dourado, do Henan Jianye, da China, passou por uma cirurgia nesta segunda-feira para iniciar a recuperação da fratura na tíbia da perna direita, sofrida no domingo. O ex-atacante do Flamengo se lesionou logo na estreia pelo novo time, quando ficou menos de um tempo em campo, e agora prevê que voltará a atuar dentro de três meses.

Dourado publicou no Instagram uma foto para anunciar que a cirurgia foi realizada com sucesso. Os médicos colocaram duas hastes no osso do jogador para auxiliar na fixação do local e iniciar a correção da fratura. "Agora é focar na recuperação. A previsão é de oito a dez semanas para retomar com a parte física. Estou aqui no hospital sendo muito bem tratado e devo permanecer mais uma semana", escreveu.

Contratado pelo Henan Jianye por R$ 22 milhões, Dourado foi titular na estreia, contra o Dalian Yifang. O atacante marcou um gol e logo depois, levou uma entrada de Qin Sheng aos 40 minutos do primeiro tempo e teve de deixar o campo de ambulância. No hospital, o jogador brasileiro recebeu a visita do autor da falta, que lhe pediu desculpas pelo lance. Dentro de campo, as equipes empataram em 1 a 1, pelo Campeonato Chinês.

Dourado afirmou que apesar do susto e do momento delicado, está confiante na superação. "Claro que é muito difícil você sair do seu país, estar longe da família no outro lado do Mundo e logo na estreia, com um gol, sofrer uma lesão como essa. É a primeira cirurgia da minha carreira, jamais fiquei tanto tempo afastado daquilo que mais amo fazer que é jogar futebol", escreveu.

Mais conteúdo sobre:
futebolHenrique DouradoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.