Matthew Childs/Reuters
Matthew Childs/Reuters

Após cirurgia na Coreia, Son será colocado em quarentena no Tottenham pelo coronavírus

Jogador passará um tempo afastado dos demais companheiros para cumprir um protocolo de segurança

Redação, Estadão Conteúdo

28 de fevereiro de 2020 | 12h50

O ponta-esquerda Son Heung-Min passará algum tempo afastado da rotina do Tottenham quando retornar da Coreia do Sul, onde passou por cirurgia, como precaução em virtude do surto de coronavírus.

Ele foi submetido a uma operação no braço, em função de uma fratura, na semana passada, em Seul, e retornará à Inglaterra "muito em breve", disse o técnico do Tottenham, José Mourinho, nesta sexta-feira. "Ele terá de seguir algum protocolo de segurança", acrescentou o treinador português.

Os últimos números relatados pelas autoridades sanitária da Coreia do Sul mostraram que o país teve 2.337 casos do coronavírus, que se alastrou rapidamente pelo país, com 16 mortes.

Mourinho disse que espera ter Son de volta para "alguns jogos" no final desta temporada. O mesmo se aplica a Harry Kane, que parece ter acelerado a recuperação de uma contusão muscular. Havia temores de que ele pudesse perder o restante da temporada e até mesmo a Eurocopa, pela seleção da Inglaterra.

"Me dá uma esperança de que, em vez de (estar apto para) uma ou duas partidas, (ele possa jogar) três, quatro, cinco", disse Mourinho sobre Kane. "Apenas especulando um pouco, mas os sentimentos são bons. Ele está fazendo o que pode fazer nesta fase, mas sempre com um bom pressentimento. Tudo está indo bem."

Mourinho tem lamentado reiteradamente as ausências de Son e Kane nas últimas semanas, algo que tem dificultado a luta do time por uma vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada através do Campeonato Inglês - o time é o sexto colocado no torneio nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.