Sergio Castro/Estadão
Sergio Castro/Estadão

Após cirurgia no joelho, Mendieta inicia fisioterapia no Palmeiras

Meia tem chances remotas de voltar a atuar ainda nesta temporada

AE, Agência Estado

23 de outubro de 2013 | 12h09

SÃO PAULO - O meia paraguaio Mendieta iniciou nesta quarta-feira, na Academia de Futebol, o tratamento fisioterápico após a realização da cirurgia no seu joelho esquerdo, necessária depois de sofrer lesão no menisco medial na vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Guaratinguetá, pela Série B, no dia 12 de outubro.

O jogador tem chances apenas remotas de ainda atuar pelo Palmeiras em 2013, mas garantiu que a situação não preocupa. "Quero me recuperar bem, o mais rápido possível. Não vou pensar se vou jogar neste ou no próximo ano. O principal é me recuperar para voltar bem", disse. A expectativa de Mendieta está mesmo voltada para a próxima temporada, quando o Palmeiras deve estar de volta à elite do futebol brasileiro, comemorará o seu centenário e vai inaugurar o Allianz Parque. Por tudo isso, ele reconhece que 2014 será um ano especial.

"A expectativa é grande. Primeiro, temos de dar o passo para a Série A e depois pensar no próximo ano. Mas teremos o estádio novo, várias novidades, e todos nós queremos participar", afirmou. Contratado pelo Palmeiras após a Libertadores, torneio em que se destacou pelo Libertad, Mendieta superou a fase de adaptação ao futebol brasileiro, se destacou como uma boa opção para o técnico Gilson Kleina e marcou quatro gols em 19 partidas. Assim, ele fez um balanço positivo do seu começo no time.

"Adaptei-me muito rápido. A adaptação é muito difícil aqui no Brasil. Os companheiros me ajudaram muito. Toda vez que joguei tentei fazer o meu melhor, deixei tudo dentro de campo. Acredito que o meus primeiros seis meses de clube foram positivos", afirmou Mendieta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPalmeirasMendieta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.