Após cirurgia, Obina já se concentra na recuperação

Após sofrer operação para a reconstrução do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, na manhã desta quinta-feira, o atacante Obina se mostrou confiante em uma boa recuperação. A cirurgia foi considerada um sucesso pelos médicos, mas o jogador deve desfalcar o Flamengo por cerca de seis meses.Realizada pelo médico do Flamengo e da seleção brasileira, José Luiz Runco, a cirurgia em Obina demorou cerca de uma hora e aconteceu em um hospital no Méier, zona norte do Rio. O jogador, acompanhado por sua mulher, Luciene, e pela filha, Sayonara, tentou passar tranqüilidade aos torcedores.?Estou tranqüilo quanto à recuperação. Confio plenamente na capacidade dos profissionais do Flamengo?, disse Obina. Em seguida, ele falou sobre seus substitutos na equipe. ?O Roni, Souza e Leonardo são grandes jogadores. Tenho certeza de que o Flamengo estará bem servido. Eles podem dar alegrias à torcida.?O médico do Flamengo contou que Obina deverá ter alta do hospital nesta sexta-feira, mas precisará ficar até terça em repouso absoluto. ?A cirurgia foi bem sucedida. Nos primeiros dias, ele ficará em repouso e, na próxima terça-feira, fará o primeiro curativo. A partir daí, fará em casa o início do trabalho de fisioterapia, acompanhado pelos profissionais do Flamengo?, explicou Runco. ?Obina voltará a trabalhar na Gávea a partir do dia 14, após a retirada dos pontos. O jogador intensificará o trabalho de fisioterapia e, em seguida, passará a trabalhar também na sala de musculação?, contou Runco.O médico lembrou que o prazo médio para a recuperação de um atleta para este tipo de contusão é de seis meses. Mas frisou que alguns jogadores conseguem voltar aos gramados em um prazo inferior. Citou como exemplo os casos dos atacantes Nilmar, do Corinthians, que o fez em quatro meses, e Ricardo Oliveira, do Milan, em cinco meses.Além do desfalque de Obina, que será substituído por Roni, o Flamengo ganhou mais um problema para enfrentar o Madureira, domingo, no Maracanã, no primeiro jogo da final da Taça Guanabara. O meia-atacante Renato Augusto levou uma pancada e, com dores lombares, abandonou o treino desta quinta-feira. Ele, no entanto, prometeu jogar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.