Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Nacho Doce/Reuters
Nacho Doce/Reuters

Após confronto com polícia, torcedores chilenos são presos

26 apoiadores da Universidad de Chile foram levados a delegacia na madrugada

Paulo Beraldo, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2017 | 02h24

O que era para ser uma noite especial para a equipe da Universidad de Chile, voltando à Sul-Americana após quatro anos, terminou com uma derrota por 2 a 0 e quase 30 torcedores presos. 

Após arrancarem cadeiras da Arena Corinthians e atirá-las na torcida local e na polícia, um grupo de chilenos foi detido. Uma bilheteria e um banheiro também foram depredados. A diretoria do clube afirmou que vai cobrar os prejuízos do time visitante.  

Após a confusão, 26 chilenos foram presos e encaminhados ao 24º Distrito Policial de São Paulo, na Ponte Rasa. Outros quatro feridos, entre eles uma funcionária do clube, foram encaminhados para um hospital da Zona Leste da capital paulista. 

Os torcedores detidos vão assinar um termo circunstanciado e devem ser liberados em breve, informou a polícia. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.