Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Após confusão, Mayke e Sassá podem ser suspensos por até 12 jogos

Jogadores protagonizaram trocas de agressões na partida entre Cruzeiro x Palmeiras

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2018 | 19h17

As cenas da confusão ocorrida na partida entre Palmeiras e Cruzeiro, na semifinal da Copa do Brasil, deverão ser analisadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nos próximos dias e a ideia do tribunal é aplicar as punições aos atletas o mais rápido possível. Os alvos são o lateral-direito Mayke, do Palmeiras, e o atacante Sassá, do Cruzeiro, que podem ser suspensos por até 12 jogos pela troca de socos. Em campo, o time mineiro eliminou o paulista e está na decisão da competição. 

O procurador-geral do STJD, Felipe Bevilacqua, pediu urgência ao caso. A ideia é que a punição seja aplicada na decisão da Copa do Brasil, no caso do Cruzeiro, e no Campeonato Brasileiro, para as duas equipes. “A Procuradoria vai analisar as imagens, todo o conteúdo disponível para tirar as conclusões. A solicitação é de que se tenha agilidade e muita atenção para solucionar rapidamente o que será feito”, informou a assessoria do tribunal.

O árbitro da partida, Wagner do Nascimento Magalhães relatou na súmula o que viu durante a confusão em que Sassá, Mayke e Diogo Barbosa foram expulsos. “Após o término da partida expulsei de forma direta o atleta Luiz Ricardo Alves, número 99 da equipe do Cruzeiro, por desferir um soco contra o rosto de seu adversário de número 12, Mayke Rocha de Oliveira”, justificou-se o árbitro, se referindo a expulsão do cruzeirense. 

“Após o término da partida expulsei de forma direta o atleta Mayke Rocha de Oliveira, número 12 da equipe do Palmeiras, por desferir socos contra seus adversários de número 99, Luiz Ricardo Alves (Sassá) e número 3, Leonardo Renan Simões de Lacerda”, completou Nascimento.

Os dois atletas devem ser enquadrados no artigo 254-A, que trata sobre agressão e a pena pode variar entre quatro e 12 jogos. Os atletas teriam que cumprir a pena em jogos válidos de competições organizadas pela CBF. No caso, a Copa do Brasil e o Brasileirão .

Coincidentemente, Palmeiras e Cruzeiro voltam a se enfrentar já no domingo, no Allianz Parque, dessa vez pelo Campeonato Brasileiro. Sassá não deverá ser relacionado pelo técnico Mano Menezes. Mayke ainda não tem presença confirmada na partida. 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.