Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Após conversa com Valdivia, Palmeiras tenta liberação do Chile

Clube envia ofício para solicitar a dispensa do jogador de amistosos

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

16 Março 2015 | 17h42

(atualizada às 18:55)

Depois de Valdivia tentar, agora é a vez do Palmeiras oficializar um pedido para a Federação Chilena solicitando a dispensa do jogador dos dois amistosos que a seleção vai disputar nos próximos dias. O clube brasileiro aguarda uma resposta do técnico Jorge Sampaoli.

A diretoria alviverde enviou na tarde desta segunda-feira um ofício pedindo para o jogador ser dispensado das partidas contra o Irã, dia 26, e Brasil, dia 29. Antes de despachar o ofício, houve uma conversa com Valdivia para saber sobre suas reais condições físicas e a vontade de ficar para defender o Palmeiras. O chileno disse que se o clube quisesse que ele ficasse, aceitaria a dispensa sem problemas.

Caso não consiga a liberação, o Mago não poderá enfrentar o São Paulo, dia 25, e o Red Bull, dia 29. O próprio Valdivia tentou a liberação anteriormente. Assim que ficou sabendo que seria convocado, entrou em contato com a comissão técnica do Chile e explicou que ainda não estava em condições físicas para disputar o amistoso.

Entretanto, o técnico Jorge Sampaoli decidiu levá-lo mesmo assim e anunciou nesta segunda-feira a convocação com o meia como um dos destaques. Valdivia está recuperado de uma lesão na coxa esquerda ocorrida no ano passado. Ele ainda não atuou nesta temporada e a expectativa é que ele consiga jogar no próximo domingo, contra o São Bernardo, no ABC.

CRUZEIRO DE OLHO

Paralelamente, Valdivia negocia a renovação de contrato com o Palmeiras e as conversas parecem longe de chegar ao fim. Outros clubes brasileiros estão de olho na situação do jogador, como o Cruzeiro, que fez uma sondagem ao atleta recentemente.

"A gente tem noção. Tanto o Cruzeiro como o jogador nos passaram. Ele (Valdivia) nos comunicou, mas ainda não teve encontro. O assunto está com o Alexandre Mattos (diretor executivo do Palmeiras). Eles tiveram uma conversa e está programado um novo encontro para falarem de valores", disse o gerente de futebol do Alviverde, Cícero Souza, em entrevista à Rádio Globo.

Valdivia afirmou várias vezes que não vai defender nenhum clube brasileiro caso saia do Palmeiras. Entretanto, Cruzeiro e, anteriormente, o Flamengo, já manifestaram interesse no atleta. 


Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.