Após convocação, Barcelona adia retorno e Neymar só se reapresenta em setembro

Craque brasileiro ganha 'folga' após conquistar medalha de ouro

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2016 | 14h54

Após a convocação da seleção brasileira nesta segunda-feira, o Barcelona informou que o atacante Neymar só se reapresentará no início de setembro, depois da janela reservada à disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

Campeão com a seleção olímpica no sábado, Neymar passou o último mês focado no Rio-2016 e ainda não retornou ao Barcelona. A ideia é que ele voltasse após a Olimpíada, mas a convocação de Tite adiou os planos.

A seleção brasileira encara o Equador, em 1º de setembro, e a Colômbia, no dia 6. Assim, Neymar se reapresentará somente após esses confrontos. Ainda assim, como o Campeonato Espanhol fará uma parada durante a janela das seleções, ele só deve perder o jogo com o Athletic Bilbao, domingo, fora de casa.

O atacante, assim, deve permanecer no Brasil até o dia 28, quando a seleção embarca para o Equador. "Neymar voltará ao Barcelona após a janela das seleções. O atacante recebeu a permissão de Luis Enrique, após ter sido convocado por Tite, novo treinador brasileiro, para as partidas contra Equador e Colômbia", informou o clube espanhol.

Principal nome da seleção na campanha do inédito título olímpico, Neymar poderia ser convocado à Copa América Centenário e ao Rio-2016. O Barcelona, entretanto, liberou sua participação em apenas uma das competições. O jogador optou pela Olimpíada e, assim, mesmo com a temporada já em andamento, ainda não se reapresentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.