Arquivo/AE
Arquivo/AE

Após crítica de Kléber Pereira, Neymar admite ter errado

'Eu poderia ter tocado a bola mais rápido em alguns lances', reconhece o jogador de apenas 17 anos

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2009 | 17h50

O atacante Neymar admitiu nesta quinta-feira ter errado ao enfeitar demais o jogo durante a vitória do Santos sobre o Santo André, por 1 a 0, no último domingo. Na ocasião, o também santista Kléber Pereira reclamou indiretamente do jovem atleta ao dizer que não se pode jogar com frescura em time que pretende se classificar para a Libertadores.

 

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Eu poderia ter tocado a bola mais rápido em alguns lances, mas no geral acho que fui bem", reconheceu Neymar, que tem 17 anos. No domingo, após ouvir a declaração de Kléber Pereira, ele havia afirmado que não tinha sido fominha e nem exagerado nas firulas.

O volante Emerson amenizou a troca de farpas entre os atacantes. "Os garotos sentem muito quando alguém fala com eles usando palavras agressivas. Mas vejo muita qualidade e vontade de evoluir por parte deles. Fazia muito tempo que eu não trabalhava com um grupo tão bom", afirmou o jogador, um dos líderes do elenco santista.

Neymar confirmou ainda que Luxemburgo conversou com o grupo sobre a discussão mas garantiu que não tem problema com Kléber Pereira. "Não aconteceu nada demais e a amizade continua", finalizou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.