Sérgio neves/Estadão
Sérgio neves/Estadão

Após criticar tratamento de Arboleda, fisioterapeuta do Equador pede desculpas ao São Paulo

Tony Ocampo inicialmente disse que a lesão de Arboleda foi mal tratada, mas depois afirmou que não culpou o São Paulo

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2019 | 16h08

O fisioterapeuta do seleção equatoriana, Tony Ocampo, criticou o São Paulo por conta do tratamento da lesão do zagueiro Arboleda. Depois, porém, o profissional do Equador pediu desculpas e disse que não culpou o clube do Morumbi.

"Trata-se de uma lesão em um dos músculos mais importantes, o reto anterior do quadríceps. Gerou-se uma fibrose importante que produz dor quando realiza sobrecarga de treinamento, então ele termina fadigado. Estamos fazendo tudo humanamente possível para ajudar a conter essa fibrose. Estamos utilizando os aparatos necessários. Ele não pôde treinar nos primeiros dois dias (com a seleção), esteve em reabilitação. Robert Arboleda chegou com uma lesão crônica, mal tratada, porque não o haviam tratado bem", disse Ocampo, em entrevista à Rádio CRE Satelital, do Equador, na última quinta.

Nesta sexta, Ocampo novamente foi entrevistado pela Rádio CRE Satelital e mudou o discurso.

"Não quis afetar a imagem de um clube prestigioso, um dos maiores do mundo. Simplesmente disse que encontramos o jogador com dor, com uma fibrose, e estamos tentando ajudá-lo. Estou pedindo desculpas publicamente", afirmou.

"Quero que fique claro que me nenhum momento tentei manchar a imagem do departamento médico (do São Paulo). Nós vivemos do futebol, e não manifestei em nenhum momento que a culpa é deles. Que isso fique claro ao clube, a seus dirigentes, aos seus médicos. Não falamos só de um jogador (na entrevista), falamos de cada jogador que chegou com problemas. Nós respeitamos o trabalho dos brasileiros. Não há diretamente um culpado, só falamos que encontramos o jogador com um problema e estamos trabalhando para que ele esteja bem na Copa América e que possamos devolvê-lo bem ao seu clube", acrescentou.

Arboleda sofreu um estiramento muscular na coxa esquerda no dia 1º de maio, na partida contra o Goiás. Ele retornou ao São Paulo no dia 26, no clássico diante do Corinthians. O zagueiro ainda disputou o confronto com o Bahia antes de se apresentar à seleção equatoriana para a disputa da Copa América.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.