Cesar Greco/Agência Palmeiras
Cesar Greco/Agência Palmeiras

Após críticas em 2014, Fábio deve 'reaparecer' no Palmeiras

Lesões de Jailson e Aranha abrem espaço para o goleiro

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

06 Novembro 2015 | 11h01

Muitos torcedores até pensavam que Fábio já tinha deixado o Palmeiras. Desde a chegada de Jailson e Aranha, o nome do goleiro praticamente não foi mais citado, mas a tendência é que ele seja uma das novidades da equipe no banco de reservas na partida contra o Vasco, domingo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.

Fábio foi formado pelo Palmeiras e assumiu a condição de titular em 2014, quando Fernando Prass sofreu uma lesão e precisou ficar meses longe dos gramados. Entretanto, a chance de iniciar uma nova história e manter a tradição de uma grande escola de goleiros do clube acabou se tornando uma decepção.

Jovem - 23 anos na época -, Fábio sentiu a pressão do momento complicado da equipe e cometeu algumas falhas que fizeram com que boa parte dos torcedores perdesse a confiança nele, que por muito tempo era citado pelo técnico Luiz Felipe Scolari como uma das maiores promessas da meta nos últimos anos.

Sem saber ao certo a condição física de Fernando Prass após o seu retorno, a diretoria palmeirense preferiu deixar de lado a tradição da escola de goleiros e foi no mercado em busca de possíveis substitutos para o experiente e titular jogador. Após testar Bruno e Deola - que também vieram da base do clube -, o Palmeiras acertou com Jailson, que era reserva do Ceará, na Série B. Meses depois chegou Aranha, que estava no Santos.

Nesta temporada, Fábio ficou no banco de reservas em apenas dois jogos do Campeonato Brasileiro. Com 25 anos, chegou a receber algumas sondagens para atuar por empréstimo, mas as conversas não foram adiante. Na próxima temporada, Aranha deve deixar o clube e não se sabe ao certo o futuro da revelação palmeirense. A tendência maior é que ele permaneça, pelo menos no primeiro semestre.

Além de Fábio, o técnico Marcelo Oliveira conta com o goleiro Vinícius Silvestre, de 21 anos, como opção para o banco de reservas - ele nunca ficou entre os suplentes. Já Jailson, passou por cirurgia no tendão de Aquiles na quinta-feira e deve ter alta do hospital nesta sexta. Aranha se recupera de dores musculares e também está impossibilitado de atuar.

Mais conteúdo sobre:
futebol Palmeiras Fábio Brasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.