Após críticas, goleiro Rafael admite falhas no Flu

Alvo de críticas da torcida, após a eliminação do Fluminense na Taça Rio, o goleiro Rafael mostrou humildade nesta quinta-feira e reconheceu as falhas à frente do gol e prometeu empenho para levar o time à decisão da Copa do Brasil.

AER, Agência Estado

15 de abril de 2010 | 18h24

"Vivo uma fase difícil que vai passar logo. Estou trabalhando bastante, revendo os erros para corrigi-los nos treinamentos e readquirir a confiança de todos", avisou o goleiro, que disse ter assimilado as vaias da torcida, após a derrota para o Botafogo na semifinal da Taça Rio.

"Os torcedores queriam nos ver na final e têm toda razão de cobrar e até vaiar. Infelizmente não conseguimos chegar à decisão do Carioca, mas vamos dar o sangue para honrar a camisa do Fluminense na Copa do Brasil", prometeu.

Rafael revelou que recebeu o apoio dos jogadores e do técnico Cuca para superar as críticas. "Todos conversaram comigo. Cuca, Victor Hugo, Fred, todos disseram que é uma fase que vai passar. A cabeça está boa para não jogar tudo abaixo e também estou consciente de que a concorrência pela vaga é grande. Vou dar a volta por cima e já na quinta vou fazer um grande jogo para levar o Fluminense à próxima fase", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFluminenseRafael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.