Rafael Ribeiro / Vasco da Gama
Rafael Ribeiro / Vasco da Gama

Após defender três pênaltis, Vanderlei fala em 'gravar nome' na história do Vasco

Goleiro pegou todas as cobranças do Botafogo na final da Taça Rio e deu o título ao time cruzmaltino

Redação, Estadão Conteúdo

22 de maio de 2021 | 19h26

Conhecido por pegar pênaltis, Vanderlei viveu mais uma tarde inspirada neste sábado, desta vez em São Januário, no Rio de Janeiro. Após o Vasco perder para o Botafogo por 1 a 0 no tempo normal, na final da Taça Rio, o goleiro defendeu os três pênaltis e garantiu a vitória vascaína por 3 a 0. Apesar do feito pessoal, o goleiro deu mais importância para o coletivo e salientou a importância da conquista para o principal objetivo do time na temporada: retornar à elite do futebol brasileiro.

"Só tenho a agradecer em participar de mais uma final, em um clássico tão importante. Já tinha defendido três pênaltis, mas não seguidos. O mais importante foi que o time conseguiu o objetivo. Isso nos dá mais confiança para a sequência da temporada em que buscaremos o acesso, além da Copa do Brasil", projetou.

Ainda sobre a sequência da temporada, Vanderlei voltou a destacar a conquista da Taça Rio, principalmente porque o Botafogo será um adversário direto do Vasco na Série B. Mesmo assim, ele reconheceu que não esperava decidir nos pênaltis.

"Essa vitória nos dá mais confiança sim. É um clássico e o Botafogo é um time que nós vamos enfrentar na Série B e que vai almejar o acesso. Não esperávamos sofrer tanto, mas já sabíamos que seriam jogos difíceis e felizmente conseguimos o objetivo. Com certeza a temporada será boa para a gente", garantiu.

Ao comentar seu novo momento na carreira após passagens por Santos e Grêmio, Vanderlei exaltou a história do Vasco e disse que buscará deixar seu nome gravado no clube. "Estou muito feliz e não vim para cá à toa. Sabia que poderíamos conquistar coisas grandes nessa reconstrução. É um grande clube, uma grande camisa e uma grande história. Espero deixar meu nome gravado também. Dedico essas defesas a Deus e à minha família, mas também para todo elenco, comissão e funcionários do Vasco", finalizou.

Com a conquista da Taça Rio, o Vasco termina com a quinta melhor campanha do Campeonato Carioca, além de prêmio de R$ 1 milhão. Na estreia da Série B, o clube carioca recebe o Operário-PR em São Januário, no próximo sábado. Também está vivo na Copa do Brasil e enfrenta o Boavista-RJ na terceira fase.

MATHEUS FRIZZO LAMENTA ERROS

Do lado do Botafogo, restou lamentar o resultado. "Treino não faltou, faltou competência na hora das cobranças. Merecíamos o resultado, o time jogou bem, fez o seu melhor jogo, mas faltou competência. Sentimento de tristeza, mas a Série B está aí. É nos unir ainda mais e fazer um grande campeonato", disse o volante Matheus Frizzo, um dos jogadores que desperdiçaram a cobrança.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.