Reuters
Reuters

Após deixar a Argentina, Gerardo Martino assume time que estreará na MLS em 2017

Treinador aceitou o desafio de dirigir o recém-fundado Atlanta United

Estadão Conteúdo

27 de setembro de 2016 | 12h29

Depois de deixar a seleção argentina em julho, o técnico Gerardo Martino definiu nesta terça-feira seu próximo destino. Ele aceitou o desafio de ser o primeiro comandante do Atlanta United, equipe recém-fundada e que disputará em 2017 a Major League Soccer (MLS, principal campeonato de futebol dos Estados Unidos) pela primeira vez.

"Nós estamos muito felizes que um técnico do calibre e do pedigree do Gerardo liderará nosso time em nossa temporada inaugural", declarou o presidente do United, Darren Eales. "Sua profunda experiência e sucesso tanto em clube quanto em nível internacional falam por si, e sua visão e comportamento alinham com a filosofia de nosso clube. Estamos confiantes em sua habilidade de ajudar a construir uma cultura vencedora dentro e fora do campo."

Martino substituiu Alejandro Sabella no comando da Argentina após a campanha do vice-campeonato mundial no Brasil, em 2014. De lá para cá, levou a seleção à segunda colocação nas Copas Américas de 2015 e 2016. Depois da última edição do torneio, pediu demissão do cargo em meio à crise na Associação do Futebol Argentino (AFA) e à dificuldade de conseguir 22 nomes para defender o país na Olimpíada do Rio.

Antes de comandar a Argentina, Martino chegou a treinar o Barcelona na temporada 2013/2014, mas a ausência de títulos naquele ano foi determinante para sua demissão. O treinador ainda acumula passagens por Cerro Porteño, seleção paraguaia, Newell's Old Boys e outros cinco clubes.

"Estou muito feliz por me juntar ao Atlanta United como o primeiro técnico da história do clube", disse Martino. "Este é um momento empolgante para a MLS e estou ansioso para o desafio de liderar um time em uma liga em desenvolvimento. O Atlanta United é uma organização de primeira linha, e estou faminto para trabalhar e construir um dos melhores clubes da MLS."

Fundado em 2014, o Atlanta United foi confirmado naquele mesmo ano como novo clube da MLS a partir de 2017. Com o elenco ainda em construção, possui somente sete jogadores sob contrato até o momento, todos emprestados para outras equipes. A expectativa é que a chegada de Martino atraia nomes de peso para a estreia no ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.