Após demitir Carlos Bianchi, Boca Juniors anuncia novo técnico

Ex-lateral esquerdo do clube argentina, Rodolfo Arruabarrena assume a equipe no domingo, em jogo contra o Vélez Sarsfield

Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2014 | 15h49

Um dia depois de anunciar a demissão do técnico Carlos Bianchi, o Boca Juniors confirmou oficialmente nesta sexta-feira o seu novo comandante. Trata-se de Rodolfo Arruabarrena, ex-lateral de apenas 39 anos que já defendeu o tradicional time e foi dirigido pelo seu próprio antecessor no seu novo cargo em um passado glorioso da equipe.

Treinador mais vitorioso da história do Boca, Bianchi foi demitido após acumular três derrotas e uma vitória neste início de Campeonato Argentino. A demissão ocorreu um dia após a equipe cair por 3 a 1 diante do Estudiantes, quarta-feira, pelo torneio nacional.

Arruabarrena será o "substituto do inesquecível Carlos Bianchi", destacou o Boca ao confirmar seu novo treinador, que deverá estrear no comando do time já neste domingo, quando o Boca receberá o Vélez Sarsfield na La Bombonera. Tendo como suas principais referências o próprio Bianchi e o chileno Manuel Pellegrini, técnico do Manchester City, Arruabarrena dirigiu o Tigre, da Argentina, entre 2010 e 2012, e o Nacional, do Uruguai, em 2013.

Antes de ser demitido em uma decisão considerada delicada pelo próprio presidente do Boca Juniors, Daniel Angelici, que o resgatou para voltar ao clube após seis anos afastado do futebol, Bianchi conquistou dois Mundiais de Clubes, três Libertadores, uma Copa Sul-Americana e quatro Campeonatos Argentinos pela equipe. Já nesta sua segunda passagem pelo Boca, ele não conseguiu erguer nenhuma taça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.