Após derrota, Aguirre vê atuação ruim como lição para o Atlético-MG

O técnico Diego Aguirre reconheceu que o Atlético Mineiro teve atuação ruim na derrota para o Independiente del Valle por 3 a 2, na noite de quarta-feira, no Equador, pela quinta rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores. O uruguaio admitiu que o primeiro revés do time no torneio frustrou o desejo de o time avançar às oitavas de final com a melhor campanha. Agora ele espera que o resultado ruim deixe lições para a sequência da competição.

Estadão Conteúdo

07 de abril de 2016 | 08h50

"Das derrotas, você tem que tirar conclusões, aprender. Estamos próximos da classificação, mas queríamos somar o maior número de pontos possível, então, temos que aprender com isso. Foi um jogo em que não fomos bem e, agora, temos que procurar fazer um bom jogo em casa e classificar", comentou.

Aguirre também revelou que esperava uma atuação melhor do Atlético-MG e lamentou que a formação adotada, com quatro jogadores no setor ofensivo - Cazares, Robinho, Luan e Lucas Pratto - não tenha conseguido impor a sua qualidade técnica.

"Foi inesperado. Colocamos em campo um time com muitos jogadores bons tecnicamente, mas não conseguimos impor essa qualidade individual. Fomos superados e acho que a derrota foi justa porque não tivemos uma boa noite. No segundo tempo, tivemos um pouco mais de atitude, mas, em nenhum momento, nos sentimos bem no jogo e perdemos merecidamente", acrescentou o treinador.

Com dez pontos, o Atlético lidera o Grupo 5 da Libertadores e tentará selar a sua passagem às oitavas de final na próxima quinta-feira, quando receberá o peruano Melgar, no Mineirão, pela rodada final da chave. Antes, no próximo domingo, o time vai encarar o Tricordiano, no Independência, pela rodada final da primeira fase do Campeonato Mineiro. A equipe já está classificada às semifinais do torneio estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.