Jorge Adorno|Reuters
Jorge Adorno|Reuters

Após derrota, Felipe aponta erro de árbitro: 'Inverteu os lances'

Time perde liderança para o Cerro Porteño na Copa Libertadores

Estadão Conteúdo

09 de março de 2016 | 22h20

A derrota do Corinthians para o Cerro Porteño por 3 a 2, de virada, em Assunção, na noite desta quarta-feira, foi marcada pelas expulsões do atacante André e do meia Rodriguinho, além do excesso de cartões amarelos.

Por isso sobraram críticas ao juiz peruano Diego Haro. Pelo menos na visão do zagueiro Felipe, o árbitro 'inverteu lances' importantes e pecou ao não marcar uma falta antes do terceiro gol do time paraguaio.

"No momento do gol, achei que foi falta. Ele (juiz) estava invertendo as faltas", afirmou o zagueiro. O Corinthians perdeu André logo aos seis minutos por uma entrada violenta. Como ele já havia recebido cartão amarelo no primeiro tempo, o juiz o expulsou no segundo.

Já Rodriguinho levou dois cartões amarelos no segundo tempo. Um por reclamação e outro por uma falta dura. Também foi expulso. A partir daí, com nove em campo, o Corinthians perdeu o comando do jogo.

Mesmo assim, o time de Tite ainda diminuiu (3 a 2). Giovanni Augusto disse que o time correu nos minutos finais pelos companheiros expulsos. "Sinto por eles, nos ajudaram bastante. Mas vamos reverter (o resultado) dentro de casa."

O Corinthians perdeu a liderança para o Cerro Porteño, que foi a 7 pontos no Grupo 8. O time de Tite ficou em segundo, com seis. Na próxima quarta-feira, as duas equipes voltam a se enfrentar em Itaquera.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.