Após derrota, Ademir Fonseca pede demissão no Goiás

A derrota do Goiás para a Portuguesa, por 3 a 0, foi a gota d''água para o técnico Ademir Fonseca. Logo após o jogo da noite desta terça-feira, no Estádio do Canindé, pela 26ª rodada da Série B, o treinador anunciou seu desligamento do comando do time goiano.

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2011 | 23h39

Fonseca ficou somente cinco jogos à frente do time goiano e não conseguiu uma vitória sequer. Foram três derrotas e dois empates. "Nós tentamos de tudo nesse período, apesar de ter sido bastante curto. Demos chances a todos no elenco para reagirmos, mas infelizmente a fase não é boa. Quando a gente não consegue o que deseja é preciso abrir espaço para que outros cheguem para tentar reverter a situação", justificou o treinador.

Ademir Fonseca foi o terceiro treinador do Goiás nesta Série B. Antes dele, Artur Neto e Márcio Goiano haviam passado pelo clube. O Goiás é o 16.º colocado, com somente 30 pontos, muito próximo da zona de rebaixamento para a Série C de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BGoiásAdemir Fonseca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.