Bruno Cantini / Atlético-MG
Bruno Cantini / Atlético-MG

Após derrota, Atlético-MG admite pensar apenas em vaga na Libertadores

No Brasileirão, o clube está em sexto lugar, dentro do G6, com 42 pontos, nove a menos do que o líder São Paulo

Estadão Conteúdo

24 Setembro 2018 | 10h38

A derrota para o Flamengo, domingo, no Maracanã, por 2 a 1, fez o técnico Thiago Larghi admitir que o foco do Atlético Mineiro é lutar por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores ao comentar as intenções do time no Campeonato Brasileiro. Assim, reconheceu que o título não é mais um objetivo viável.

"Nosso objetivo, desde o início do ano, devido à reformulação que houve, é estar no G6. A gente segue atingindo esse objetivo, que é classificar para a Libertadores, preferencialmente de forma direta, e estamos lutando por isso. A gente continua na briga e vamos aproveitar a semana da melhor maneira para fazer um bom jogo e conseguir a vitória", disse Larghi.

O Atlético-MG não participou da Libertadores deste ano. Disputou a Sul-Americana, mas caiu diante do San Lorenzo na primeira fase. Foi até as oitavas de final da Copa do Brasil e acabou eliminado pela Chapecoense. O ano também não começou bem, após a derrota para o rival no Campeonato Mineiro.

No Brasileirão, o clube está em sexto lugar, dentro do G6, com 42 pontos, nove a menos do que o líder São Paulo. E apenas cinco à frente do Cruzeiro, sétimo colocado. O time voltará a jogar no domingo, quando receberá o Sport, no Independência, pela 27ª rodada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.