Após derrota, Crystal Palace demite técnico Neil Warnock

Após derrota que derrubou o Crystal Palace para a zona de rebaixamento, a diretoria do clube inglês anunciou neste sábado a demissão do técnico Neil Warnock. O treinador de 66 anos foi o primeiro a perder o cargo nesta temporada do Campeonato Inglês.

Estadão Conteúdo

27 de dezembro de 2014 | 10h37

"O Crystal Palace Futebol Clube pode confirmar hoje que Neil Warnock foi liberado do seu compromisso e não é mais o treinador da equipe. O clube gostaria de agradecer a Neil por todo seu trabalho e energia depositados no time nestes últimos quatro meses", anunciou a diretoria do clube.

Warnock não resistiu à sequência negativa da equipe, que vinha de apenas uma vitória nos últimos 12 jogos. O revés por 3 a 1 para o Southampton acabou sendo a gota d''água para a diretoria, já que o time caiu para o 18º lugar da tabela, ocupando a zona da degola.

Com a demissão, Warnock teve encerra sua segunda passagem pelo clube apenas quatro meses após fazer seu retorno. Ele assumiu o time em agosto logo depois da saída de Tony Pulis, que se demitiu a dois dias do início da competição. Em sua primeira passagem pelo Crystal Palace, Warnock comandou a equipe entre 2007 e 2010.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.