Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Após derrota em casa, Carille poderá escalar Kazim e Jô juntos no Corinthians

Alvinegro teve dificuldades para criar chances contra o Santo André

Estadão Conteúdo

12 Fevereiro 2017 | 17h46

As dificuldades que o Corinthians encontrou para criar jogadas de gol na derrota para o Santo André, por 2 a 0, no Itaquerão, na noite do último sábado, fizeram o técnico Fábio Carille pensar na possibilidade de escalar dois centroavantes juntos: Kazim e Jô. Em casa, a equipe abusou das jogadas aéreas, mas conseguiu poucas finalizações. Carille quer o Corinthians mais dinâmico do meio para a frente.

"Para jogar com os dois dentro da área tem de mudar a mecânica, tirar um do meio-campo, fazer com que as jogadas aconteçam de lado. Perdemos tempo com o Kazim machucado. Mas a possibilidade de jogar com os dois dentro da área existe", garantiu o treinador, ele próprio nada satisfeito com o rendimento da equipe. O Corinthians foi vaiado após a derrota no duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Carille esboçou um teste dos dois juntos na final da Florida Cup, contra o São Paulo, mas Kazim foi expulso no primeiro tempo e Jô, deslocado para o centro. Depois, o estrangeiro sofreu lesão na coxa direita e desfalcou o time em três partidas.

Além da possibilidade de fortalecer o ataque, Carille pode mexer ainda na armação. O volante Fellipe Bastos foi substituído por Guilherme no intervalo. Camacho também está de olho nesta vaga.

Para o jogo de quarta-feira, contra o Novorizontino, novamente no Itaquerão, pela terceira rodada do Paulistão, os jogadores pedem paciência à torcida. "Ainda tem muito campeonato pela frente e precisamos do apoio deles em casa. Perdemos, mas foi um jogo de ataque contra defesa", comentou Rodriguinho. "Eles acharam os gols e se fecharam lá atrás."

Antes de ser batido pelo Santo André em sua primeira derrota no ano, o Corinthians havia estreado no Paulistão vencendo o São Bento por 1 a 0, em Sorocaba, e em seguida superou a Caldense pelo mesmo placar, em Poços de Caldas (MG), onde avançou à segunda fase da Copa do Brasil.

Mais conteúdo sobre:
futebol Corinthians Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.