Após derrota em clássico, Figueirense demite o técnico René Simões

Poucas horas depois de o Figueirense perder do Avaí por 1 a 0 em clássico disputado na noite de quarta-feira, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e cair para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o clube anunciou, no início da madrugada desta quinta, a demissão do técnico René Simões.

Estadão Conteúdo

17 de setembro de 2015 | 08h37

O resultado amargado em casa diante do seu arquirrival fez o Figueirense ficar na 17ª posição da tabela, com 27 pontos, sendo ultrapassado pelo próprio Avaí, que assumiu o 15º lugar, com 29.

René Simões estava há apenas um mês no cargo e acumulou quatro derrotas seguidas no comando da equipe catarinense no Brasileirão. Porém, conseguiu levar o time às quartas de final da Copa do Brasil depois de surpreender o Atlético-MG nas oitavas.

O experiente comandante havia sido contratado para assumir o lugar deixado por Argel, que aceitou proposta do Internacional. No curto período em que ocupou o cargo, o treinador contabilizou três vitórias, quatro derrotas e um empate.

Agora sem René Simões, o Figueirense voltará a campo pelo Brasileirão neste sábado, contra o Inter, às 18h30, no Beira-Rio, em Porto Alegre, no jogo que marcará o reencontro de Argel com o seu ex-clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.