Fabio Motta/AE
Fabio Motta/AE

Após derrota, Muricy critica planejamento do Santos

Técnico culpa deficiência no elenco e falta de agilidade na diretoria por campanha ruim no Brasileirão

AE, Agência Estado

22 de julho de 2012 | 13h05

RIO - Em 11 partidas do Campeonato Brasileiro, o Santos conquistou apenas uma vitória, empatou sete vezes e perdeu outras três. Sem Rafael, Paulo Henrique Ganso e, principalmente, Neymar, todos com a seleção brasileira, a equipe tem sofrido ainda mais e no último sábado perdeu para o Vasco por 2 a 0, em São Januário, pela 11.ª rodada.

A má fase irritou o técnico Muricy Ramalho, que disparou contra a diretoria. Para ele, o clube errou no planejamento para a competição. "Estamos pagando um preço por não termos nos preparado. Os outros times se planejaram muito bem. Falta jogadores, não tem jeito", declarou.

O treinador reclamou da falta de peças de reposição e garantiu que o Santos ainda precisa de reforços. O setor ofensivo é sua principal preocupação. "O nosso problema é na frente. É muito pouco, o goleiro deles (Fernando Prass) quase não trabalhou, e em duas bolas paradas a gente perdeu o jogo."

O atacante Victor Andrade, que entrou no segundo tempo, amenizou o clima e exaltou a atuação santista. "O jogo estava igual até a gente sofrer o primeiro gol. Sair atrás fora de casa é sempre muito difícil", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.