Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Após derrota na Libertadores, Vasco espera se recuperar fora de casa

Equipe cruzmaltina perdeu por 2 a 1 para o Nacional do Uruguai, em São Januário

AE, Agência Estado

09 de fevereiro de 2012 | 10h17

RIO - O Vasco largou mal na Libertadores, ao perder por 2 a 1 para o Nacional do Uruguai na última quarta-feira, pelo Grupo 5 do torneio. Com a derrota em São Januário, aumenta a responsabilidade da equipe nas partidas que serão disputadas fora de casa e agora todos no clube só pensam em vencer longe do Rio de Janeiro.

"A derrota já é prejuízo, né? E desta forma, do jeito que está a tabela, ele fica maior ainda. Mas se a gente perdeu em casa, temos que tirar esta diferença quando jogarmos fora", declarou o técnico Cristóvão Borges, muito vaiado ao final da partida. "Agora precisamos fazer o papel fora de casa agora", concordou o atacante Alecsandro, autor do gol vascaíno na partida.

A derrota do time brasileiro surpreendeu pelo bom momento que vinha vivendo na temporada. Foram quatro vitórias nas quatro primeira partidas do Campeonato Carioca. Após a partida, os jogadores tentavam achar explicação para o resultado. "Levamos um gol inesperado. No segundo tempo ficou mais difícil ainda. Começamos mal, mas mostramos poder de reação", disse Alecsandro.

"O time deles foi muito bem, marcaram a saída de bola e tiveram rapidez no ataque. Nosso time é de posse de bola e dificilmente puxa contra-ataque. Ganhamos os quatro primeiros jogos da temporada e perdemos agora na Libertadores. Obrigação era de vencer, mas não conseguimos hoje. Vamos lutar", garantiu o meia Juninho Pernambucano.

O Vasco terá mais uma chance de se recuperar em casa na competição, antes de sair de seus domínios. No dia 6 de março, a equipe recebe o Alianza Lima do Peru, pela segunda rodada. Oito dias depois, enfrenta o Libertad, fora de casa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolLibertadoresVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.