Divulgação/Goiás EC Site Oficial
Divulgação/Goiás EC Site Oficial

Após derrota no clássico, Goiás dispensa o técnico Hélio dos Anjos

Treinador estava no comando da equipe há oito meses; expectativa é que novo comandante seja anunciado nesta segunda-feira

Estadão Conteúdo

06 Maio 2018 | 16h38

A derrota no clássico para o Vila Nova por 3 a 1, no último sábado, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO), foi a última partida de Hélio dos Anjos no comando do Goiás. Após reunião na manhã deste domingo, a diretoria esmeraldina optou pela saída do treinador e de seus auxiliares Guilherme dos Anjos e Marcelo Rocha.

+ Confira a tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro

+ Vila Nova bate Goiás em clássico, mantém os 100% e lidera a Série B

+ Após morte de torcedor, Ponte Preta vence o Guarani no Brinco de Ouro

A mudança da comissão técnica foi confirmada em nota oficial assinada pelo presidente Marcelo Almeida. "Nos oito meses em que esteve à frente do elenco esmeraldino, o professor Hélio e sua equipe foram comprometidos com os objetivos traçados e dedicaram-se extremamente ao cumprimento das metas estabelecidas, pelo que, verdadeiramente, agradecemos a todos", comentou o mandatário.

O dirigente dará uma entrevista coletiva nesta segunda-feira para falar sobre a troca no comando. A expectativa é que o novo técnico seja anunciado.

Existe ainda a expectativa que o Goiás faça mudança em seu elenco, dispensando alguns jogadores. Logo após a derrota para o Vila Nova, o gestor de futebol do Goiás, Túlio Lustosa, se mostrou inconformado com o comportamento dos jogadores no duelo e não descartou a hipótese de começar a semana com dispensa de jogadores.

Ídolo da torcida esmeraldina, Hélio dos Anjos voltou ao clube no meio do ano passado para salvar a equipe do rebaixamento à terceira divisão. Objetivo concluído, ele faturou o tetracampeonato goiano em 2018 e chegou às oitavas de final da Copa do Brasil. Mesmo assim, ainda não venceu na Série B e, consequentemente, está na zona de rebaixamento, em 18º lugar, com apenas um ponto em quatro jogos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.