André Mourão/Estadão
André Mourão/Estadão

Após derrota no Maracanã, Mano Menezes anuncia saída do Flamengo

'Não consegui passar para esse grupo aquilo que penso sobre futebol', afirma o treinador

LEONARDO MAIA, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 22h49

RIO - A derrota de virada por 4 a 2 para o Atlético Paranaense, nesta quinta-feira, em pleno estádio do Maracanã, depois de estar vencendo por 2 a 0, já tinha sido um baque e tanto para todos no Flamengo. Mas eis que em uma rápida entrevista coletiva logo após a partida, o técnico Mano Menezes surpreendeu e anunciou a sua saída do comando do clube.

"Vamos conversar um pouco diferente porque acabo de ter uma reunião com todos e comuniquei oficialmente que não sou mais o técnico do Flamengo. Primeiro para o Paulo Pelaipe (diretor executivo), depois todo grupo e fiz a comunicação oficial. Estávamos fechando ciclo de quatro meses e senti no resumo do jogo de hoje (quinta) que não consegui passar para esse grupo aquilo que penso sobre futebol", disse Mano Menezes.

O pedido de demissão do treinador acontece logo após a primeira derrota do Flamengo no Maracanã desde que o estádio foi reaberto para os clubes. Antes, havia empatado por 1 a 1 com o Botafogo e vencido Fluminense (3 x 2), Cruzeiro (1 x 0), Vitória (2 x 1) e Santos (2 x 1). A equipe rubro-negra deixou o gramado sob gritos de "time sem vergonha" e diante de protestos contra Paulo Pelaipe.

Com 26 pontos, o Flamengo ocupa a perigosa 15.ª colocação e está apenas dois pontos à frente das equipes que abrem a zona de rebaixamento - Criciúma (17.º lugar) e o rival Vasco (18.º). No domingo, o time carioca busca a reabilitação contra o lanterna Náutico, na Arena Pernambuco.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoMano Menezes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.