Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Após derrota no Mundial, Barrios revela que deixará o Grêmio no próximo ano

Atacante, que não chegou a um acordo com o clube, revela que já sabia da decisão há dois meses

Estadão Conteúdo

16 de dezembro de 2017 | 19h18

O atacante Lucas Barrios revelou neste sábado que não chegou a um acerto e, assim, deixará o Grêmio em 2018. A notícia foi dada logo após a derrota para o Real Madrid por 1 a 0, no Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi, na decisão do Mundial de Clubes.

+ Geromel parabeniza elenco do Grêmio após derrota no Mundial: 'Temos orgulho'

+ Renato diz que Real 'é uma máquina', mas exalta: 'Grêmio sai de cabeça erguida'

+ Incêndio destrói carros de torcedores do Grêmio próximo à Arena em Porto Alegre

"Já sabia há dois meses que não ia continuar. A gente nem se sentou para falar de dinheiro. Escutamos lá do clube que éramos prioridade para o próximo ano. Mas fiquei sabendo há um tempo que não ia ficar aqui. Segui sendo profissional do mesmo jeito", disse o atacante.

Contratado do Palmeiras em fevereiro, Barrios contou que ainda não sabe onde atuará. "Não escutei nada, agora vou começar a analisar as coisas. Não queria saber quem me quer, quem está me ligando, porque sou profissional", acrescentou.

Sobre a derrota no Mundial de Clubes, o atacante elogiou o adversário e enalteceu o ano do Grêmio. "Temos um meio-campo muito bom, mas não conseguimos criar. Enfrentamos o melhor time do mundo. A gente tem de estar de cabeça erguida e feliz pelo ano."

Barrios informou ainda que tem um problema na coxa e disputou o Mundial sem estar plenamente apto para jogar. "Fui na briga, como dizem aqui. Eu não estava 100%, tinha uma lesão há pouco tempo. E, quando tem lesão, você não sai do mesmo jeito. Fiz pelo time", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.