Israel Simonton/Ceará
Israel Simonton/Ceará

Ceará anuncia demissão de Guto Ferreira após derrota para o América-MG

Treinador da equipe alvinegra era o mais longevo entre os clubes da Série A

Redação, Estadão Conteúdo

30 de agosto de 2021 | 00h02

A ‘Era Guto Ferreira’ no Ceará acabou na noite deste domingo. Ele não resistiu à derrota para o América-MG por 2 a 0 pela manhã, válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte, e sua saída foi comunicada pela diretoria apenas no final da noite.

Guto deixa o cargo após um ano e cinco meses de trabalho. No clube, o treinador comandou o time em 94 jogos com 41 vitórias, 30 empates e 23 derrotas. Ele conquistou uma Copa do Nordeste de forma invicta em 2020, além de levar o Ceará às quartas de final da Copa do Brasil também no ano passado e a classificação para a Sul-Americana via Campeonato Brasileiro.

Apesar da derrota para o América-MG, o Ceará segue na parte de cima da tabela, na oitava colocação, com 24 pontos. Mas completou um jejum de vitórias que chegou a quatro jogos.

O Ceará volta a campo pelo Brasileirão no domingo (12), quando visita o Grêmio, às 11h, em Porto Alegre (RS). Até lá, a diretoria já espera ter definido um substituto. Não existe nenhum nome cogitado.

Com a saída de Guto Ferreira, o posto de técnico mais longevo da Série A do Campeonato Brasileiro passa a ser de Mauricio Barbieri, do Red Bull Bragantino. Ele completa nos próximos dias um ano de trabalho à frente da equipe de Bragança Paulista. O segundo trabalho mais duradouro é de Abel Ferreira, do Palmeiras. O português chegou ao time alviverde no fim de outubro de 2020.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.