Marcelo Sayão/EFE
Marcelo Sayão/EFE

Após derrota para o Atlético-MG, Erik se cobra e admite má fase no Botafogo

'Não estou vivendo um grande momento e é nessa hora que o jogador tem que crescer', diz o atacante

Redação, Estadão Conteúdo

25 de julho de 2019 | 00h44

Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, no Engenhão, o atacante Erik comentou seu desempenho nas últimas partidas e admitiu que não vive uma boa fase.

"Não estou vivendo um grande momento e é nessa hora que o jogador tem que crescer. A gente tem que trabalhar mais ainda e eu vou me cobrar no que estou errando para recuperar aquela alegria e aquele bom futebol", afirmou.

O jogador teve atuação apagada na derrota por 1 a 0, que complicou as chances do Botafogo na competição, já que vai precisar reverter o resultado no Independência, em Belo Horizonte, na próxima quarta-feira.

"Foi uma derrota dolorosa, mas a gente tem que continuar com a cabeça erguida e já pensar no próximo desafio que é o Flamengo. Eu estou bastante chateado, mas a gente tem que seguir em frente, pensar na próxima partida, e depois a gente pensa no confronto de volta", concluiu.

Botafogo e Flamengo se enfrentam no próximo domingo, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na quarta-feira, o adversário será o Atlético-MG novamente, pela partida de volta das oitavas de final da Sul-Americana.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-americanaBotafogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.