Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Após derrota para o Bragantino, santistas reclamam da arbitragem

Jogadores reclamam principalmente de gol anulado de Arthur Gomes e de um pênalti em Copete

Estadão Conteúdo

22 Janeiro 2018 | 23h02

O Santos perdeu pela primeira vez no Campeonato Paulista, nesta segunda-feira, e sobrou reclamações para a arbitragem do jogo contra o Bragantino, no estádio da Vila Belmiro, em Santos. Após a derrota por 1 a 0, os jogadores santistas mostraram indignação com lances que consideraram equivocados do árbitro Salim Fende Chavez.

+ Rodrigão erra pênalti no fim, e Santos perde do Bragantino na Vila

Na saída do gramado, o zagueiro David Braz disse que os erros contra o Santos são recorrentes. "Normal, todo o ano é assim. Esse aí (Salim Fende Chavez), então, nem se fale", afirmou o defensor, muito nervoso. "É difícil falarmos de arbitragem. A Federação está aí para ver o que aconteceu", alertou o volante Renato.

No segundo tempo, as reclamações à arbitragem apareceram. Logo aos 2 minutos, o Santos conseguiu marcar um gol, mas o auxiliar Bruno Salgado Rizo errou ao dar impedimento de Arthur Gomes, que recebeu o passe de Rodrigão em posição legal. Aos 19, após cruzamento da direita, o zagueiro Lázaro empurrou Copete por trás, pelas costas, quando o colombiano se preparava para cabecear. Mas nada foi marcado.

Ainda teve mais um lance na sequência. O centroavante Rodrigão teve a camisa puxada pelo zagueiro Lázaro de forma acintosa. Seria uma falta pouco depois da meia-lua, passível de cartão amarelo. Mas o árbitro, mais uma vez, ignorou o lance.

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.