Felipe Oliveira/ EC Bahia
Felipe Oliveira/ EC Bahia

Após derrota para o Corinthians, Bahia demite Diego Dabove; Guto Ferreira deve assumir

Argentino comandou a equipe tricolor em seis partidas e conquistou somente um triunfo

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2021 | 18h03

Não durou muito a passagem do argentino Diego Dabove no comando técnico do Bahia. Após a derrota por 3 a 1 para o Corinthians na terça-feira, a direção da equipe tricolor decidiu por encerrar o vínculo com o treinador.

Dabove ficou no cargo por apenas 49 dias e comandou o Bahia em seis jogos. Neste período, conquistou somente um triunfo (sobre o Fortaleza), dois empates (com Red Bull Bragantino e Santos) e três derrotas (para Fluminense, Internacional e Corinthians. O aproveitamento foi de 28%.

O Bahia soma apenas uma vitória nos últimos 13 jogos do Campeonato Brasileiro. A má campanha levou a equipe tricolor à zona de rebaixamento. Após 23 partidas, ocupa a 17ª posição, com apenas um ponto a menos que o 16º colocado Santos.

Guto Ferreira deverá ser confirmado no Bahia nas próximas horas e conduzirá a equipe na reta final da temporada. Após deixar o Ceará, o treinador foi especulado em alguns clubes, mas voltará ao time baiano para sua terceira passagem. Em 2016, garantiu o acesso à Série A e conquistou a Copa do Nordeste no ano seguinte. Em 2018, venceu o Campeonato Baiano.

Guto será o terceiro treinador do Bahia no Brasileirão. Dado Cavalcanti foi quem iniciou o torneio no banco de reservas. O regulamento deste ano do torneio veda mais de uma troca de treinador em caso de demissão. Porém, se a saída for "em comum acordo", a mudança não é contabilizada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.