Paulo Fernandes/Divulgação
Paulo Fernandes/Divulgação

Após derrota para o Coritiba, Vasco anuncia demissão de Celso Roth

Diretor anuncia a saída do treinador depois de novo tropeço

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

15 de agosto de 2015 | 21h21

A derrota por 1 a 0 para o Coritiba, na noite deste sábado, deixou a permanência do técnico Celso Roth no Vasco insustentável. Logo após a partida, a diretoria comunicou a demissão do treinador. Contratado em junho, na vaga de Doriva, para tentar tirar a equipe carioca da zona de rebaixamento, Roth não vingou e foi demitido com menos de dois meses de trabalho.

Momentos após a derrota por 1 a 0, definida aos 47 minutos do segundo tempo, o vice-presidente do clube, José Luís Moreira, tornou o desligamento oficial. "O treinador está fora. é curta minha comunicação, só para dizer que o Celso Roth está fora do Vasco", revelou Moreira ainda no Maracanã.

Em seguida, o treinador admitiu o desgaste no cargo, e afirmou que sua saída pode ajudar o time a voltar para os trilhos. "Vai meu agradecimento ao presidente e à direção. Vai meus agradecimentos aos jogadores, todos têm visto o esforço deles. Infelizmente no futebol é assim, tem momentos que não dá para contornar. Espero que com a saída o time consiga encontrar o seu caminho", afirmou o técnico.

Experiente, o atacante Dagoberto lamentou a saída do treinador e repartiu a culpa pelo rendimento ruim da equipe. "Temos de ter calma, é um momento delicadíssimo. Fizemos até um jogo decente (contra o Coritiba). Futebol é uma parte coletiva, todo mundo tem sua parte (na derrota). Nós jogadores tentamos e infelizmente não conseguimos uma vitória."

Roth vinha sendo muito criticado pelos torcedores em razão do mau desempenho da equipe, lanterna da competição com 16 pontos. Nos últimos cinco jogos, o Vasco perdeu quatro e empatou um. Ele também deixa o time com as piores estatísticas defensivas e ofensivas da competição - são 31 gols sofridos, e apenas oito marcados.

Ainda sem um novo treinador, e com um ambiente pesado, o Vasco terá de se reerguer para enfrentar o arquirrival Flamengo na quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Um bom resultado será urgente para acalmar os ânimos vascaínos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVascoCelso Roth

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.