Divulgação/ Coritiba FC
Divulgação/ Coritiba FC

Após derrota para o Sport, Coritiba confirma a saída do técnico Rodrigo Santana

Treinador ficou apenas quatro jogos no comando do clube, com quatro derrotas e dois empates

Redação, Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2020 | 21h37

Rodrigo Santana não é mais técnico do Coritiba. Após 46 dias no cargo e cinco jogos, o treinador foi desligado do clube paranaense na noite deste domingo após a derrota para o Sport, por 1 a 0, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. Ele deixa a agremiação na 18.ª colocação com 21 pontos, a sete de deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O treinador, ex-Atlético-MG, ficou seis jogos no comando do Coritiba, com dois empates e quatro derrotas. Vale lembrar que Rodrigo Santana ficou duas dessas seis partidas fora por ter sido diagnosticado com a covid-19.

Curiosamente, a passagem pelo Coritiba foi muito semelhante à que teve no Avaí, quando dirigiu a equipe catarinense por apenas cinco oportunidades. Rodrigo Santana foi o terceiro técnico do time paranaense na temporada. Antes, Eduardo Barroca e Jorginho também não tiveram sucesso.

Alguns nomes estão sendo cotados para assumir o clube paranaense. Dentre eles o de Marcelo Oliveira, que teve passagem vitoriosa pela equipe no passado, e de Alex, ídolo coxa-branca, que vinha se preparando para iniciar a carreira de treinador em 2021. Gilson Kleina é outra possibilidade.

Por enquanto, o Coritiba terá Pachequinho no comando da equipe de forma interino, a começar pelo duelo contra o Botafogo no sábado, às 21 horas, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 26.ª rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.