Divulgação
Divulgação

Após derrota, Roberto Carlos é demitido do comando do Sivasspor

Ex-lateral não resiste à sequência de maus resultados da equipe turca e perde o emprego em sua primeira experiência como técnico

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2014 | 12h13

Roberto Carlos não resistiu à sequência de resultados ruins no comando do Sivasspor e foi demitido do time turco. O ex-jogador da seleção brasileira, em sua primeira experiência como treinador, deixou o clube depois da derrota para o Istanbul Basaksehir, por 2 a 0, em casa, em jogo válido pelo Campeonato Turco.

Foi a oitava derrota em 14 partidas do Sivasspor na competição. Com apenas duas vitórias e quatro empates, o time ocupa a penúltima colocação da tabela. A sequência negativa acabou culminando na demissão de Roberto Carlos.

O ex-jogador de Palmeiras e Corinthians se despediu do clube através das redes sociais. Ele publicou um vídeo no qual torcedores do Sivasspor pedem sua permanência no clube. "Muito obrigado a todos por todo este carinho e pedidos para ficar. Mas, para o melhor do clube Sivas, deixo meu coração com todos vocês. Muito, muito, muito obrigado, Sivas!", afirmou.

Roberto Carlos iniciou sua trajetória como treinador ainda no Anzhi Makhachkala, no qual atuou como auxiliar técnico entre 2012 e 2013. Neste ano, ele se transferiu para o Sinvasspor, onde ganhou sua primeira oportunidade como técnico efetivo a partir de junho do ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.